Quinta, 23 de Maio de 2024
27°

Tempo limpo

Osasco, SP

Geral Pará

Escola estadual realiza ciclo de debates sobre mulheres nas ciências

Por Bruno Magno (SEDUC)29/03/2023 18h44A escola estadual Prof.ª Placídia Cardoso, em Belém, realizou um ciclo de debates sobre mulheres nas ciências, durante os dias 27, 28 e 29 de março. As palestras estão em consonância com os objetivos da 19ª Semana Na

29/03/2023 às 18h45
Por: Redação Osasco Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Eliseu Dias - Ascom Seduc
Crédito: Eliseu Dias - Ascom Seduc

A escola estadual Prof.ª Placídia Cardoso, em Belém, realizou um ciclo de debates sobre mulheres nas ciências, durante os dias 27, 28 e 29 de março. As palestras estão em consonância com os objetivos da 19ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que tem a finalidade de estimular debates acerca do papel da mulher na ciência e despertar o interesse de meninas em todas as áreas das ciências, tecnologias e inovações. 

O projeto da escola contou com o apoio do do Ministério das Ciências, Tecnologias e Inovações (MCTI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e discutiu temas como feminicídio, gênero e protagonismo político feminino, além da importância social do feminismo, empoderamento feminino e o lugar da mulher nas ciências.

Crédito: Eliseu Dias - Ascom Seduc
Crédito: Eliseu Dias - Ascom Seduc
Para o professor Flávio Valentim, coordenador do evento, é visível o interesse das meninas por grandes temas tecnológicos, existenciais, de filosofia, pela memória política do país e ainda pelas temáticas de combate ao machismo e racismo, mas ainda faltam espaços de discussão e inclusão. “Tivemos a felicidade de aprovar esse projeto na região Norte para promover esse espaço da popularização da ciência e da democratização do conhecimento. Vale ressaltar a valorização do protagonismo feminino, amplitude nas ciências humanas e ciências gerais. As escolas publicas são espaços fundamentais não apenas para construir uma nação que se dedica à ciência, mas para democratizar e vencer essa hierarquia do conhecimento. O conhecimento é para todos, para as meninas nas escolas, para as mulheres nas universidades. Essa é a importância de eventos como esses de fomento”, sinalizou o professor. 

Os alunos estudaram sobre a vida e obra da escritora Eneida de Moraes, da médica Bettina Ferro, da socióloga Marielle Franco, da escritora Djamila Ribeiro e das feministas francesas Olympe de Gouges e Simone de Beauvoir. Depois fizeram apresentações para as turmas do ensino médio. “Nosso objetivo foi trazer à tona, para nossos alunos do ensino médio, temáticas que são relacionadas às mulheres, a sua produção científica, sua vida, sua biografia, como se colocam no meio acadêmico, para estimular as meninas a participarem e fazer com que os meninos entendam a importância das mulheres ocuparem esses espaços sociais, não só na escola, mas na sociedade de forma geral. A mulher pode sim ocupar qualquer espaço”, disse a professora de história, Renata Farias.

O trabalho da estudante Natalia Rodrigues apresentou Marielle Franco e sua importância para a luta política e antirrascista no Brasil. “Tive o prazer de falar sobre a Marielle Franco que foi socióloga, ativista, que lutava contra o racismo, pela defesa dos direitos humanos. Foi muito enriquecedor. Pude me aprofundar na história dela e fiquei admirada por todas as coisas que ela fez e enfrentou, desde que precisou administrar trabalho, estudos e maternidade. Fiquei muito triste pelo fim que teve, com a vida interrompida aos 38 anos”, comentou.

Sâmia Maffra (Ascom Seduc)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Osasco, SP Atualizado às 15h05 - Fonte: ClimaTempo
27°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 28°

Sex 30°C 17°C
Sáb 19°C 16°C
Dom 16°C 15°C
Seg 23°C 15°C
Ter 18°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes