Terça, 06 de Dezembro de 2022
22°

Chuva fraca

Osasco - SP

Cultura Superação

Ator da trilogia “De Volta para o Futuro” recebe Oscar honorário

O ator Michael J. Fox, que sofre da doença de Parkinson desde 1991, recebeu a homenagem em reconhecimento ao seu ativismo na busca pela cura da doença.

23/11/2022 às 02h12 Atualizada em 23/11/2022 às 02h20
Por: Cristian Carlos Fonte: R7/ G1
Compartilhe:
Ator da trilogia “De Volta para o Futuro” recebe Oscar honorário

O ator canadense Michael J. Fox, o eterno Marty Mcfly da trilogia “De Volta para o Futuro”, recebeu um Oscar honorário no último sábado (19) em Los Angeles. A premiação é em homenagem ao seu trabalho humanitário, que arrecadou 1,5 bilhão de dólares em recursos para a pesquisa sobre o mal de Parkinson.

"Vocês estão me fazendo tremer, parem com isso", brincou o ator, de 61 anos, ao ser aplaudido de pé pela plateia que contou com astros como Tom Hanks e Jennifer Lawrence. Ele disse que esta é "uma honra totalmente inesperada".

Em 1991, aos 29 anos, ele foi diagnosticado com Parkinson, uma desordem dos nervos que causa tremores e afeta as funções motoras. Os médicos afirmaram que teria somente mais 10 anos de carreira. Fox limitou suas atuações e no ano 2000 criou a Fundação Michael J. Fox, que levanta recursos para a pesquisa da cura do Parkinson.

Fox se aposentou de maneira permanente da carreira de ator em 2020. Ele sofreu múltiplas fraturas e ferimentos devido a quedas nos últimos meses. Durante a cerimônia, conseguiu caminhar até o palco, mas precisou da ajuda da esposa, Tracy Pollan, para carregar o prêmio.

Ele disse que a pior parte do seu diagnóstico foi "lidar com a incerteza" e que ele manteve o diagnóstico como uma questão privada por anos porque "não sabia se o público conseguiria rir se soubesse que eu estava sofrendo", segundo a agência de notícias Reuters.

O ator recebeu o prêmio humanitário Jean Hersholt do comitê de governadores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, o grupo que entrega o Oscar, e foi apresentado pelo amigo Woody Harrelson. “Ele transformou um diagnóstico arrepiante em uma missão corajosa”, disse Harrelson.

Outros artistas receberam o Governors Awards: a compositora Diane Warren (66), indicada 13 vezes, mas que nunca venceu (suas músicas foram usadas em mais de 100 filmes); o diretor australiano Peter Weir (78), de "A Testemunha" (1985) e "Sociedade dos Poetas Mortos" (1989); e Euzhan Palcy (64), primeira mulher negra a dirigir um filme para um grande estúdio de Hollywood, com "Assassinato sob Custódia" (1989).

KEVIN WINTER/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/Getty Images via AFP - 19.11.2022 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cristian Carlos
Cristian Carlos
Sobre Cristian Carlos é graduando em Jornalismo, pela Universidade Cruzeiro do Sul, e graduando em Tecnologia em Filmmaker, pelo Centro Universitário Joaquim Nabuco. Ambos em fase de finalização. É Mineiro, do Sul de Minas Gerais, onde teve sua primeira experiência jornalística no Jornal O Encontro, na cidade de Cambuquira. Entretanto, desde 1994, reside no estado do Rio de Janeiro.
Osasco - SP Atualizado às 20h28 - Fonte: ClimaTempo
22°
Chuva fraca

Mín. 21° Máx. 27°

Qua 28°C 20°C
Qui 30°C 19°C
Sex 32°C 19°C
Sáb 34°C 18°C
Dom 28°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete