Domingo, 14 de Agosto de 2022
14°

Alguma nebulosidade

Osasco - SP

Especiais Fazendo a diferença

Cadeirante da periferia de São Paulo mantém oficina de cadeira de rodas para ajudar PCD'S

Juarez Pereira ficou tetraplegico em 2014, após ser baleado em um assalto, quando trabalhava em um comércio da familia.

02/08/2022 às 09h55 Atualizada em 02/08/2022 às 11h57
Por: Diego Giliotti
Compartilhe:
Juarez Pereira
Juarez Pereira

Inconformado com a burocracia e as dificuldades enfrentadas por pessoas com mobilidade reduzida na maior cidade da américa latina, Juarez Pereira decidiu transformar os obstáculos em estimulo e prosseguir ajudando pessoas em situação similar a sua.

Era 2014, quando Juarez Pereira foi abordado por um criminoso dentro do estabelecimento comercial de sua família, o ladrão pediu o dinheiro do caixa, pegou tudo o que tinha, mas ao pensar que Juarez pudesse reagir, efetuou um disparo que atingiu sua medula. Ele foi socorrido por um funcionário, que mal sabia dirigir o caminhão de entregas até o hospital M' Boi Mirim na zona Sul de São Paulo.

Após ser atendido, teve a noticia dada pelo médico, de que não poderia mais andar. Daí em diante, Juarez Pereira teve de se readaptar a sua nova realidade, e com o apoio da família, decidiu transformar a dor em amor para com pessoas portadoras de necessidades.

Ele conheceu a Rede Acessibilidade, uma das maiores ONG's de amparo a PCD's do Brasil, do qual é embaixador. E é no depósito da sua casa, região do Jardim Ângela, periferia de São Paulo que ele mantém uma oficina de cadeira de rodas. As cadeiras recebidas de doações, precisam de manutenção, e as peças tem valor elevado, Juarez muitas vezes tira os recursos do próprio bolso para manter o trabalho. 

Os pedidos são muitos, e o processo para aquisição de cadeiras por meio da assistência social do municipio, dependendo de prefeitura para prefeitura é um pouco demorado, e as pessoas não podem esperar, elas precisam se locomover."

Hoje a oficina, tem cadeiras de diversos tamanhos e modelos, desde as mais simples, até elétricas, para conseguir uma cadeira, é necessário entrar em contato com a Ong, ou o próprio Juarez através das redes sociais, ou por meio de mensagens, passar dados como pesagem, altura, para adequação da cadeira a ser destinada ao beneficiado pelo programa.

Desde a sua criação, a oficina já doou mais de 1000 cadeiras, muitas delas acabam retornando, pois são de uso provisório, de pacientes que fizeram algum tipo de cirurgias nas pernas, bacia e cintura, e são devolvidas para que mais pessoas possam usufruir do projeto.

Graças a solidariedade de muitas pessoas, tem sido possível tocar o projeto, recebemos doações diversas, de muletas, próteses, aparelhos auriculares, fraldas descartáveis, e as cadeiras. Não fosse isso, seria praticamente impossível continuar; diz Juarez.

Além da oficina de cadeira de rodas, Juarez também dá palestras onde fala sobre sua condição física, como teve resiliência de enfrentar a dor de não mais poder andar, e ainda fazer disso um motivo para continuar transformando pessoas a sua volta. No mesmo hospital em que teve o atendimento ao ser baleado, é onde a cada 15 dias, junto de outros voluntários, promove visitas solidárias a pacientes internados, levando palavras de ânimo, motivação e conforto aos acamados.

Juarez tem o sonho de expandir o projeto no estado de São Paulo, e ser referência para o trabalho se multiplique em todo o Brasil, defendendo o direito das pessoas com deficiência e lutando por leis que visem dar mais dignidade e principalmente mobilidade e autonômia para essas pessoas.

Para conhecer o projeto, você pode acessar os perfis oficiais do Juarez Pereira:

Instagram: https://www.instagram.com/oficial_juarezpereira/

Facebook: https://www.facebook.com/oficialjuarezpereira

WhatsApp: https://api.whatsapp.com/send?phone=5511992654316

Rede Acessibilidade:

Instagram: https://www.instagram.com/ongredeacessibilidade/

Site: http://www.redeacessibilidade.com.br/

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Diego Giliotti
Diego Giliotti
Sobre Jornalista, publicitário e libertário.
Osasco - SP Atualizado às 08h58 - Fonte: ClimaTempo
14°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 28°

Seg 29°C 15°C
Ter 30°C 17°C
Qua 26°C 18°C
Qui 25°C 16°C
Sex 18°C 11°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete