Sábado, 13 de Julho de 2024
15°

Tempo nublado

Osasco, SP

Brasil Morre Elizângela

Morre a Atriz Elizângela do Amaral no Rio de Janeiro

A artista de 68 anos deu entrada no hospital municipal em Guapimirim na tarde dessa sexta feira dia 03 de novembro, após sofrer uma parada cardiorrespiratória, os médicos tentaram fazer reanimação, mas a atriz não resistiu.

04/11/2023 às 08h10 Atualizada em 04/11/2023 às 08h16
Por: Jean Nahas Fonte: CNN/G1
Compartilhe:
Foto Divulgação/Estevam Avellar/Globo
Foto Divulgação/Estevam Avellar/Globo

A artista de 68 anos deu entrada no hospital municipal em Guapimirim na tarde dessa sexta feira dia 03 de novembro, após sofrer uma parada cardiorrespiratória, os médicos tentaram fazer reanimação, mas a atriz não resistiu.

A atriz sofria de enfisema pulmonar depois de pegar Covid -19.O empresário da atriz negou que a doença seria complicações em decorrência da Covid-19.Em 2022 a atriz estava escala para novela “Travessia” de Gloria Perez, mas perdeu o papel por se negar a tomar as vacinas contra Covid.

Nascida em 1954 no Rio de Janeiro, Elizângela começou sua carreira aos 7 anos em comerciais na “TV Excelsior”. Em 1966 migra para Globo estreando o programa infantil “Capitão Furacão”. Sua primeira novela foi “O Cafona” (1971) e desde então não parou mais.

Participou das seguintes produções: "O Bofe" (1972), "Cavalo de Aço" (1973), "Supermanoela" (1974), "Cuca Legal" (1975), "Pecado Capital" (1975), "Locomotivas" (1977), "Feijão Maravilha" (1979), "Jogo da Vida" (1981) e "Paraíso" (1982). Em 1986, na "TV Manchete", a atriz brilhou em "Tudo ou Nada".

Em 1991 volta a Globo participando do programa de comédia "Estados Anysios de Chico City". Em 1992, faz a novela "Pedra sobre Pedra".

No SBT de 1993 até 1996, participou das novelas “Éramos Seis” e “As Pupilas do Senhor Reitor”.

De volta a para a Globo, fez “Por Amor” (1997), “Senhora do Destino” (2004), “A Lua Me Disse” (2005), “A Favorita” (2008), “Ti-Ti-Ti” (2010) “Aquele Beijo” (2011), “Salve Jorge” (2012)”, “Segunda Dama” (2014), “A Força do Querer” (2017) e “A Dona do Pedaço” (2019).

 

 

 

 

Amigos do meio artístico comentaram sobre o falecimento da atriz:

"Uma querida. Uma pessoa com quem eu estreei a minha primeira novela na TV Globo, que foi 'Voltei pra você'. Tenho muito carinho por você, Eli. Deus te guarde, te leve num caminho de luz e paz", disse Solange Couto, atriz.

Já a autora Gloria Perez se manifestou em suas redes sociais "Amiga, inteligente, divertida, aquela atriz visceral, sonho de qualquer autor: vestia sem medo nem pudor a pele das personagens. Estou sem palavras”.

Ary Fontoura que trabalhou com a atriz afirmou:

"Elizângela era uma atriz talentosa e dedicada, sempre se destacando em seus papéis. A arte infelizmente perde mais uma estrela brilhante, mas tenho certeza de que seu legado viverá para sempre".

Renata Sorrah que viveu Nazaré ao lado de Elizângela no papel de Djenane na novela Senhora do Destino afirmou:

“Realmente a Elizângela era atemporal. Ela era uma excelente colega de cena. Tenho tantas lembranças. Senhora do Destino, sem dúvidas, foi nosso melhor e maior trabalho. Ela deixará saudades e, também, um legado. O cinema, teatro e a dramaturgia perdem com a sua partida. Estou muito triste com o falecimento dela, era muito nova” 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Jean Nahas
Jean Nahas
Sobre Professor de Matemática formado pela USP, Locutor e Produtor de Rádio e Aluno do Sexto Semestre de Jornalismo
Osasco, SP Atualizado às 15h04 - Fonte: ClimaTempo
15°
Tempo nublado

Mín. 14° Máx. 15°

Dom 25°C 14°C
Seg 22°C 14°C
Ter 22°C 15°C
Qua 25°C 15°C
Qui 26°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes